quinta-feira, 5 de março de 2009

Russo desiste de comprar mansão de brasileira por R$ 1,48 bi



O milionário russo Mikhail Prokhorov desistiu de comprar a mansão Villa Leopolda, localizada na Côte d'Azur, no sul da França, e que pertence à brasileira Lily Safra, viúva do ex-banqueiro Edmond Safra. O comerciante de metais já havia realizado um depósito pela residência de 500 milhões de euros (R$ 1,48 bilhão), mas decidiu não continuar com a aquisição depois que a crise financeira se estendeu. O sinal de intenção de compra dado por Prokhorov pode ser destinado a caridade.

Situada em uma colina de Villefranche-sur-Mer, entre Nice e Mônaco, a Villa Leopolda, como a casa é chamada, foi construída no estilo Belle Époque e ocupa um terreno de oito hectares (80 mil m²). O espaço ainda inclui um jardim com 1,2 mil oliveiras, além de outras árvores como limoeiros e laranjeiras.

Cerca de 50 jardineiros trabalham diariamente no local, que possui uma vista privilegiada do balneário de Saint-Jean-Cap-Ferrat, um dos mais sofisticados da Riviera Francesa, com inúmeras propriedades de luxo.

A casa havia sido adquirida pelo rei Leopoldo II, da Bélgica, em 1902 pelo valor simbólico de apenas um franco.

Mais tarde, a residência real foi transformada em um hospital para os feridos da 1ª Guerra Mundial. Antes de integrar o patrimônio da brasileira Lily Safra, que a recebeu de herança em 1999, a propriedade havia pertencido à família Agnelli, proprietária da Fiat.

Edmond Safra, morto em um incêndio criminoso em sua residência em Mônaco, costumava oferecer grandes recepções na Vila Leopoldina, que atraíram personalidades como Frank Sinatra e o ex-presidente americano Ronald Reagan.

Lily Safra ocupa a 11ª posição da lista das mulheres mais ricas do mundo, compilada no ano passado pela revista britânica Eurobusiness, com um patrimônio estimado em US$ 4,7 bilhões.

Com BBC Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger