segunda-feira, 28 de junho de 2010

Conexões sem fio à web superam fixas pela primeira vez

Em abril, acabou o prazo para as operadoras celulares levarem cobertura 3G a todas as capitais e cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes - 44 localidades, ao todo. Ou menos de 1% dos 5.564 municípios do país. Claro, Oi, TIM e Vivo informaram o cumprimento das metas acertadas com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), por ocasião do leilão de frequências para prestação dos serviços de terceira geração.

TIM e Vivo fizeram tudo o que acordaram, segundo levantamento realizado no início de maio pela consultoria especializada Teleco, com base em informações das próprias operadoras. A Claro ainda não atendia duas capitais duas capitais: Boa Vista e Macapá; a Oi, idem, esses dois municípios, e Manaus. Em maio, a cobertura 3G (na tecnologia WCDMA) da Vivo alcançava 604 municípios; a da Claro 396 (sem atualização dos dados até maio); a da Oi e BrT 168; a da TIM 140.

Em termos da população atendida pelo serviço móvel na tecnologia de terceira geração, o cenário é mais favorável às empresas: 65% dos brasileiros têm acesso ao SMP. A maior oferta é da Vivo - 61,5% da população, de acordo com o Teleco, seguida pela da Claro (55%). Oi e TIM estavam na casa dos 41%, em maio. Nesse mesmo mês, o número de estações radiobase (ERBs) existente no país era de pouco mais de 47 mil.

Foto Destaque

Dados ainda preliminares, divulgados pela Anatel, indicam que o Brasil terminou maio com 183,7 milhões de celulares, deste total 82,4% são linhas pré-pagos e uma densidade de 95,26 celulares por grupos de 100 habitantes. Nos últimos 12 meses, foram vendidas 26,2 milhões de celulares. O pré-pago cresceu (1,7%), mais que o pós-pago (1,4%).

Pela primeira vez, o acesso à internet via dispositivos móveis superou o número de acessos fixos no primeiro trimestre, segundo levantamento da consultoria Teleco, em parceria com a fabricante chinesa Huawei. O total de acessos à web sem fio chegou a 11,9 milhões frente aos 11,8 milhões de conexões fixas. A Teleco revisou suas estimativas para 2010, chegando a um total de 18 milhões de acessos móveis e 13 milhões de fixos em comparação a uma previsão anterior de 15 milhões de acessos móveis e 14 milhões fixos.

Ainda segundo o estudo Teleco/Huawei, houve um crescimento de 70% no volume de acesso móveis à internet no primeiro semestre em relação aos 7 milhões do final de 2009. A base de linhas fixas de banda larga cresceu apenas 3,5% na comparação com os 11,4 milhões do ano passado.

A Vivo, no entanto, quer mais, segundo anunciou seu presidente Roberto Lima, no início de junho: um plano para levar conectividade 3G a 2.832 cidades até dezembro de 2011, com o Vivo Internet Brasil. O investimento previsto é de R$ 2,49 bilhões este ano. Segundo Lima, atualmente as operadoras conectam uma nova cidade com 3G por dia. A meta da empresa é conectar quatro municípios por dia. Até o fim deste ano, serão 1.461 localidades cobertas, com uma média de 16 mil a 20 mil habitantes. Não haverá prioridade de investir em regiões que deem retorno financeiro mais rápido, diz o executivo. Ele prometeu que a operadora estenderá a cobertura de internet móvel a municípios pequenos, alguns isolados, porque acredita que a essência dos seus serviços cria desenvolvimento social e econômico naquelas localidades. A exemplo de Borá, no interior paulista e que, com somente 800 moradores, ganha cobertura 3G.

"O plano é ambicioso e será cumprido. Nosso objetivo é ampliar rapidamente a cobertura de 3G", diz Roberto Lima. Já a Claro e TIM planejam estender o serviço móvel pessoal, conforme a demanda. Seja pela agregação de novos serviços, o que levaria o cliente atual a consumir mais. Ou pela expansão das redes, segundo a Claro, que participa de um consórcio para implementar a infraestrutura de transmissão para a região Sul. De seu lado, mesmo em terceiro lugar na cobertura, a TIM continua a investir em planos para os clientes.

1 comentários:

gordo disse...

PELO PREÇO QUE COBRAM, SE FOSSE EU, JÁ TERIA INSTALADO ATÉ NA LUA...

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger