quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Marconi Perillo PSDB é acusado de improbidade pela Promotoria

O Ministério Público de Goiás denunciou sob acusação de improbidade administrativa o vice-presidente do Senado, Marconi Perillo (PSDB-GO), e outras 16 pessoas.

A ação aponta indícios de enriquecimento ilícito e desvio de verbas em convênio firmado em 2000 para a contratação de "serviços de consultoria" da fundação Pro-UniRio à companhia energética de Goiás, a Celg.

Segundo a denúncia, a contratação teve participação dos acusados e foi autorizada por Perillo, então governador de Goiás. Ontem, ele disse que não teve participação no convênio firmado.

1 comentários:

Luciano disse...

No Rio Grande do Sul, onde (des)governa o PSDB da Yeda Crusius (e do tal Serra), foram fechadas 120 escolas e ela só pensa em desmantelar os serviços públicos e terceirizar tudo o que for possível. É o mesmo que fez o chefe deles, FHC, no âmbito federal, e o playboyzinho Aécio em Minas. Por outro lado, Lula faz tantos investimentos que chega a faltar tempo para tantas inaugurações. Enquanto o Brasil prospera com Lula, o Rio Grande do Sul afunda em corrupção e conflitos. Aliás, quem quiser saber o quanto é terrível ser (des)governado pelos tucanos, visite o nosso blog (http://tecnicos-cientificos.blogspot.com/). Ali fazemos o relato da sanha privatista e destruidora dos neoliberais do PSDB. Todos serão bem-vindos!!! Abraços.

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger