quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Lula encerra agenda de 2009 em encontros com Steinbruch e Meirelles

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva encontrou-se ontem, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo, onde embarcaria para Brasília, com o presidente da CSN, Benjamin Steinbruch. Foi o primeiro encontro entre os dois depois de Lula manifestar a irritação com o atraso nas obras da Ferrovia Transnordestina, conduzida pelo consórcio encabeçado pela CSN. Segundo divulgou o Valor na edição de segunda-feira, o presidente não gostou ao saber que não conseguirá inaugurar, em 2010, ano da campanha eleitoral da sua sucessão, nenhum trecho da ferrovia ligando o interior aos dois principais portos do Nordeste: Pecém (CE) e Suape (PE).

Lula queixou-se aos representantes do consórcio em reunião no dia 8 de dezembro. Ouviu as reclamações dos empresários de que a obra estava orçada com um valor abaixo do praticado pelo mercado e que, por isso, o grupo tinha dificuldades em subcontratar empreiteiras para realizar a obra, especialmente no Ceará. Ao término do encontro, o presidente desabafou: "Estou me sentindo enganado".

Steinbruch não estava presente, pois participava, no mesmo dia, de uma reunião de negócios em Nova York, o que ajudou a aumentar a insatisfação de Lula. Segundo interlocutores do presidente, o encontro de ontem serviu para atender a uma reivindicação do próprio empresário, "que tentava uma audiência com Lula, dificultada pela incompatibildade das agendas". Relatos obtidos pelo Valor apontam que a conversa foi breve e amena. Steinbruch fez um balanço do ano de 2009, discorreu um pouco sobre o andamento das obras da Transnordestina e projetou ações para o ano que vem.

Lula também encontrou-se, ainda na sala de autoridades do aeroporto de Congonhas, ao voltar de São Paulo para Brasília, com o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. Meirelles levou ao presidente as avaliações feitas pelo mercado financeiro mostrando que o Brasil poderá crescer até 5,9% em 2010. O presidente tem dito que prefere não arriscar um percentual de crescimento para o ano que vem, mas, em seu último programa de rádio de 2009, afirmou que o país "não vai mais parar de crescer e se tornará, em pouco tempo, a sexta, a quinta ou a quarta maior economia do mundo".

Lula vai sair de férias até o dia 10 de janeiro. Segundo um auxiliar do presidente, ele vai com a família para a base naval de Aratu (BA). Lula esteve na mesma base em janeiro deste ano, embora a virada do ano tenha sido comemorada em Fernando de Noronha (PE). O presidente retornou de São Paulo no fim da tarde de ontem e seguiu diretamente para o Palácio da Alvorada. Hoje, não estão previstos compromissos oficiais do presidente. A agenda de trabalho só será retomada no dia 11 de janeiro.

Outros ministros também aproveitaram o reveillon e o início de janeiro para descansar. A chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff, deixou Brasília no dia 28 de dezembro e retorna no dia 5. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, retorna à Capital apenas no dia 15. As assessorias não divulgaram os locais de férias dos ministros. Os ministros da Justiça, Tarso Genro, das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e do Planejamento, Paulo Bernardo, também suspenderam compromissos oficiais no início de 2010.

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger