terça-feira, 1 de dezembro de 2009

CNBB condena "prece da propina" de acusados no DF

O secretário-geral da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Dimas Lara Barbosa, condenou nesta segunda-feira a "bênção" realizada pelo presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente, e pelo corregedor da Casa, Junior Brunelli, registrada em vídeo gravado em investigações da Polícia Federal (PF). No vídeo, os dois, acusados de participar do esquema de pagamento de propina organizado pelo governo de José Roberto Arruda (DEM), aparecem pedindo a Deus que tire "pessoas ímpias e más" de seus caminhos e que proteja o secretário de Relações Institucionais da gestão do político democrata, Durval Barbosa.

O deputado Júnior Brunelli, que em outro vídeo aparece recebendo maços de dinheiro, é quem pede a intervenção divina para a ajuda. Barbosa é réu em 37 processos e denunciou o esquema de suposto pagamento da base aliada do governo de José Roberto Arruda (DEM) por conta da delação premiada, acordo feito com a Justiça para diminuição de pena em uma eventual condenação judicial.

O "mensalão" do governo, cujos vídeos foram divulgados neste fim de semana, é resultado das investigações da operação Caixa de Pandora, da PF. O esquema de desvio de recursos públicos envolvia empresas de tecnologia para o pagamento de propina aos parlamentares.

"Lamento que a religião esteja tão banalizada a ponto de as pessoas não a verem como serviço a Deus e ao próximo, mas como servir-se da fé e do próximo. Isso é uma inversão total de valores. Estamos perplexos como o que já vimos nesse caso e queremos que as investigações sejam ágeis e que, o quanto antes, a ética possa prevalecer e os fatos possam ser esclarecidos", observou o secretário-geral da CNBB.

Questionado, Leonardo Prudente não comentou o vídeo em que aparece participando da oração. Na gravação, Brunelli diz que o sangue divino purificaria suas "imperfeições" e pede ajuda de Deus para enfrentar uma "guerra".

Prece da propina

"Pai, quero te agradecer por estarmos aqui, sabemos que nós somos falhos, somos imperfeitos, mas é o teu sangue que nos purifica. Pai, nós somos gratos pela vida do Durval ter sido instrumento de bênção para nossas vidas, para essa cidade. Tantas são as investidas, Senhor, de homens malignos contra a vida dele, contra nossas vidas. Nós precisamos da Tua cobertura e dessa Tua graça, da Tua sabedoria, de pessoas que tenham, Senhor, armas para nos ajudar essa guerra. Acima de tudo, Senhor, todas as armas que podem ser falhas, todos os planejamentos podem falhar, todas as nossas atividades, mas o Senhor nunca falha", diz Brunelli na oração.

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger