sexta-feira, 29 de maio de 2009

PCdoB quer cassar Jair Bolsonaro


O PCdoB protocolou ontem, na Mesa Diretora da Câmara, processo por quebra de decoro parlamentar contra o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), que pendurou, em frente ao seu gabinete, um cartaz ofensivo aos militantes da Guerrilha do Araguaia (1972-1975). O cartaz traz os dizeres “desaparecidos do Araguaia. Quem procura (osso) é (cachorro)”, com as imagens de um osso e um cachorro (foto). O cartaz se refere à busca de parentes de militantes mortos na guerrilha do Araguaia pelas ossadas dos desaparecidos na região. O Ministério da Defesa criou um grupo de trabalho para procurar, recolher e identificar corpos de militares e guerrilheiros mortos durante a guerrilha. “Trata-se de inegável ofensa moral aos familiares dos cidadãos e das cidadãs brasileiros que desapareceram na ditadura militar, em razão de terem participado da guerrilha do Araguaia, organizada na ocasião pelo PCdoB”, disse no pedido o líder do PCdoB na Câmara, deputado Daniel Almeida (BA).

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger