quinta-feira, 30 de abril de 2009

Com anistia do Congresso, casos ficam impunes


Apesar da série de escândalos que atingiu o Congresso nos últimos meses, ninguém foi punido até agora. E a perspectiva é que o cenário não mude, já que o discurso oficial é o de conceder anistia para casos passados.
Denúncias não envolveram apenas a concessão de passagens para familiares, mas trouxeram à tona o pagamento de domésticas com verbas públicas, o uso de um celular do Senado pela filha de um senador no exterior e o uso da verba pública para fretar jatinhos.
E não foram só os congressistas os envolvidos. O desgaste do Congresso atingiu também diretores e funcionários, que usaram laranjas para esconder os verdadeiros donos de empresas e ganharam horas extras nas férias, entre outros escândalos.
No último deles, o da farra das passagens aéreas, deputados foram flagrados concedendo bilhetes para parentes irem ao exterior fazer turismo. O caso teve início há 15 dias, quando foi revelado que Fábio Faria (PMN-RN) bancou viagens de artistas e de sua ex-namorada Adriane Galisteu. A mãe de Galisteu foi para Miami bancada pela Câmara. Só após revelado o escândalo, o deputado resolveu devolver o dinheiro.
Um terço dos integrantes do Conselho de Ética da Câmara, órgão responsável por julgar eventual quebra do decoro, emitiu ao menos 35 passagens para o exterior em seus próprios nomes ou no de terceiros. A Folha mostrou que Eugênio Rabelo (PP), ex-presidente do Ceará Sporting Club, bancou com verba da Câmara 77 bilhetes para dirigentes e jogadores.
A resposta à crise foi a definição de novas regras, como a diminuição do valor da cota aérea e a proibição do uso do benefício por parentes. Além disso, ontem o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), oficializou a criação de comissão de trabalho, com seis deputados, para analisar uma reforma administrativa.
Porém, por falta de regulamentação, irregularidades cometidas até aqui estão perdoadas. Temer disse que apenas analisa pedir investigação dos casos de Faria e de Rabelo.

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger