quarta-feira, 8 de abril de 2009

Para Tuma, caso Renan pode ser quebra de decoro


O corregedor do Senado, Romeu Tuma (PTB-SP), disse ontem que o caso da funcionária-fantasma do gabinete de Renan Calheiros (PMDB-AL), revelado ontem pela Folha, pode representar quebra de decoro parlamentar. Tuma levantou a possibilidade de o assunto ser da alçada do primeiro-secretário Heráclito Fortes (DEM-PI), que disse se tratar de uma questão particular de um gabinete. Há seis dias jornalistas tentam falar, sem sucesso, com Renan e seu assessor de imprensa, Douglas de Felice.
A funcionária-fantasma é Amélia Neli Pizatto, 51, sogra de Douglas. Ela recebe R$ 4.900 por mês.

0 comentários:

Postar um comentário

Ver e Rever Copyright © 2011 | Template created by Ver e Rever | Powered by Blogger